domingo, 19 de outubro de 2008

I can't get no satisfaction...


A imagem acima faz parte de uma campanha publicitária da marca Ugly Mug Coffee, com anúncios impressos bem humorados que falam a respeito das mazelas da hora de acordar, despertadores, café no escritório e luz do sol. Traduzindo, a mensagem diz: "O botão soneca é um traficando. Vendendo o paraíso em parcelas de sete minutos. A primeira é grátis. Mas eu posso parar a qualquer momento."
Eu admito, como toda boa preguiçosa, sou completamente viciada no botão 'soneca' (ou snooze button). O meu é de cinco minutos, mas eu aperto tantas vezes que esses cinco minutos se multiplicam até se transformarem às vezes em horas (juro). Não é racional isso, ficar prolongando a agonia de me separar do meu edredom quentinho apra enfrentar a brisa gelada do dia por vir. Por que eu não simplesmente ajusto meu despertador para mais tarde ao invés de fingir que estou dormindo mais um pouco (nos cinco minutos de intervalo entre o soar de um alarme e o próximo não dá pra dormir de verdade, né?)? Eu tento me convencer de que a 'soneca' é uma maneira de acordar gradativamente - ao contrário de acordar e levantar de repente. Mas eu não consigo mais parar de apertar aquele botão, socorro! A palavra soneca na tela do celular é uma tentação absurda.
Solução? Serei radical. Irei comprar um despertador que não tenha essa função. Pode ser um daqueles modelos antigos, em que é preciso dar corda. Acho que é isso que preciso. Aceito sugestões (e presentes!).

2 comentários:

Pati Mira disse...

Radical seria um que tivesse snooze, mas na terceira aperyada ele te borrifava água fria por uns 10 minutos! Hehehehe! :D
Dizem que tem um despertador que é uma galinha com ovos, quando desperta, ela jogo os ovos um para cada canto, e aí vc tem que catá-los, colocá-los no lugar, para parar de tocar. Cara, isso é que é sofrer! :D

Paula Ruas disse...

hahahahah isso serial genial mesmo. Já vi muitos desses despertadores que te obrigam a levantar, que saem voando, que tem quebra-cabeça, etc. Mas eu acho que sou tão preguiçosa que levantaria, faria tudo e voltaria pra cama mesmo assim.